Cirurgia plástica: saiba como se preparar para os procedimentos estéticos

Data: 31/03/2014
Fonte: Paran@Shop


Clique aqui para ler matéria direto da fonte.

 

Você sabia que um simples implante de silicone requer meses de preparação? Isso ocorre, já que o pré-operatório das cirurgias plásticas funciona da mesma forma que em outras cirurgias, pois ambos são invasivos, ou seja, invadem o interior do corpo de forma mínima ou profunda. Em grande parte dos procedimentos plásticos, alguns hábitos como: tabagismo, alimentação incorreta e falta da prática de exercícios físicos devem ser alterados 60 dias antes do procedimento. “Uma semana antes da cirurgia determinados alimentos e medicamentos também devem ser evitados, já que podem acarretar complicações durante ou após a operação”, explica Tiago André Ribeiro, médico e cirurgião plástico.

 

Para que não ocorram complicações durante e após o procedimento, o paciente também deve se atentar para os exames pré-operatórios, que indicam qualquer problema que impeça a realização da cirurgia. As avaliações requisitadas pelo médico geralmente são: hemograma completo, que pode mensurar anemias e alterações no sangue, coagulograma, para verificar distúrbios de coagulação, glicemia, para verificação de diabetes, colesterol total e frações, exame de urina e eletrocardiograma, que avalia as funções cardíacas. “Exames mais específicos, como mamografia e ressonância magnética podem ser requisitados dependendo da região a ser operada”, explica.

 

Alimentação e medicação
Independente do local a ser operado, alguns alimentos e medicamentos devem ser evitados no pré-operatório, já que podem interferir na coagulação do sangue, acarretar em hemorragias ou na eficácia da anestesia aplicada. “Bebidas alcoólicas, chás escuros, receitas caseiras para cicatrização, medicamentos para emagrecer ou que contenham ácido acetilsalicílico – que afina o sangue – não devem ser consumidos uma semana antes do procedimento”, expõe Ribeiro.

 

Os alimentos ricos em sal, como embutidos, defumados e molhos prontos causam retenção de líquido e deixam o paciente inchado, por isso devem ser evitados, bem como as comidas fermentadas, como grãos, bebidas gaseificadas e massas pesadas. “Além de modificar a dieta, o paciente deve respeitar o jejum de oito horas para alimentos e bebidas antes da cirurgia”, orienta.

 

Dieta ideal
Neste período, alimentos ricos em Vitamina C, como laranja, acerola, espinafre, tomate e abacaxi devem ser consumidos ao menos uma vez por dia, já que contribuem para a cicatrização, estimulam a produção de colágeno e combatem os radicais livres. “Além disso, hidratar o organismo com pelo menos oito copos de água por dia auxilia na preparação do corpo para o pós-operatório, além de incluir alimentos ricos em fibra, como cereais e frutas”, lembra.

 

Após as correções na alimentação, incluir atividades físicas como: caminhada, bicicleta ou natação um mês antes da cirurgia auxiliam na melhora da circulação sanguínea e no fortalecimento dos músculos, o que diminui os riscos da operação. “Os exercícios dev

Leia também

» LANÇAMENTOS: #ESTÉTIKA2017 » 25ª FEIRA ESTÉTIKA SÃO PAULO 2017 » Feira de Estética movimenta setor de beleza em São Paulo
Informações & Vendas:
+55 21 2441-9260
congressoestetica@congressoestetica.com.br
Endereço:
Fagga | GL events Exhibitions
Av. Salvador Allende, 6.555
Barra da Tijuca - Rio de Janeiro | RJ
pharmacy healthprose